Para que não esqueçamos, para que nunca mais aconteça. DITADURA nunca mais!!!

Hoje, 01 de abril, 46 anos passados do Golpe Militar que instituiu o estado de segurança nacional, a ditadura militar.
Para que não esqueçamos e para relembrar os mais jovens, com o objetivo de que nunca mais aconteça. Nada melhor do que esta charge abaixo do Bier.

Esta charge é antiga, mas o que ela evoca não perde a atualidade na História e nem na memória de todos os brasileiros que sofreram as violências da ditadura militar que ensaguentou o Brasil de 1964 a 1985. Comecei a publicar charges em 1974 (Médici) no jornal "A Tribuna", de Santo Ângelo (RS), aos 15 anos de idade, e já tive problemas com a censura. No mesmo ano, Juska me apresentou ao Fraga e ao Edgar Vasques em Porto Alegre, editores do caderno "Quadrão", da extinta Folha da Manhã (Caldas Jr.), que passaram a me publicar eventualmet e como um talent o novinho. Em 1975, ainda em S. Ângelo, mas em outro jornal, este de oposição, fui levado duas vezes pra interrogatórios do DOPS. Respondi umas perguntas nada a ver, levei uns tapas e me mandaram embora, mas houve colegas de jornal que nunca mais voltaram. Depois disso, e muito brabo, eu fui procurar saber o que era guerrilha no Araguaia, jornal "Voz Operária", Rádio Moscou em português, linha maoista, cooptação de camponeses, ditadura do proletariado... Bobagens que eu não soubera responder na polícia.
Por: Augusto Bier

0 comentário(s):

Postar um comentário

Deixe sua sugestão, crítica ou saudação juntamente com seu contato.

 

© 2009-2012 movimento contestação