Chile: Estudantes convocam uma nova greve nacional


Domingo, 09 Outubro 2011 02:00
091011_vallejoAgência Pulsar - O movimento estudantil chileno anunciou a realização uma nova greve nacional para o dia 19 de outubro. A decisão veio após uma repressão policial nesta quinta-feira (6). No total, 132 pessoas foram detidas e 30 feridas dentre policiais e civis.

Após o fracasso da mesa de diálogo entre o setor da educação e o Executivo chileno, os estudantes decidiram realizar uma manifestação pacífica pelo centro da cidade de Santiago.
O percurso dos manifestantes não havia sido aprovado pela prefeitura. A polícia militar do Chile reprimiu os jovens com gás lacrimogêneo e canhões de água.
A prefeita de Santiago, Cecilia Pérez, culpou os estudantes mobilizados pelo ocorrido. Ela justificou a brutalidade da polícia com um decreto assinado pelo ditador Augusto Pinochet, que ainda continua em vigor.
O setor da educação e membros da Central Unitária de Trabalhadores do Chile rechaçaram a repressão e convocaram uma nova greve nacional para o dia 19 de outubro.
A porta-voz da Confederação de Estudantes do Chile (Confech), Camila Vallejo, disse que as mobilizações populares em defesa da educação gratuita e contra o lucro no ensino no Chile vão ter continuidade.
No entanto, a representante estudantil ressaltou que a luta "não é só este ano e tem que ser projetada". Ela afirmou que os estudantes "não podem ficar três anos em greve".
No que diz respeito à repressão sofrida pelos estudantes chilenos, Camila Vallejo informou que a cidade de Santiago "violou a liberdade constitucional" por não permitir uma reunião em espaço público.

Um comentário:

  1. Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos perídos mais
    marcantes da vida. Mais o que o adolescente pensa disso? (sinopse do meu blog)
    Acessa o meu blog?
    "Blog de uma adolescente"

    http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

    Espero a sua visita, se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
    Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.
    Atenciosamente Tainã Almeida.

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, crítica ou saudação juntamente com seu contato.

 

© 2009-2012 movimento contestação